Fechei um intercâmbio para a Austrália para aperfeiçoar o meu inglês. Na verdade, para aprender inglês, já que o que eu sabia era o básico do básico.

Escolhi a Austrália por ser um país pelo qual eu me identificava com a energia e a vibe que via nos documentários de viagens e vídeos da internet. Comecei então a pesquisar sobre a cultura e qualidade de vida do país. Me apaixonei!

Um ponto muito importante também foi o fato de a Austrália permitir que o estudante trabalhe enquanto faz o intercâmbio. Claro que existe uma limitação de 40 horas em 15 dias, mas são poucos os países que possuem essa permissão.

 

///// INVESTIMENTO /////////////////////////////////////////////////

Fechei o meu intercâmbio para Austrália no final do ano de 2015, naquela época o dólar americano estava um absurdo, enquanto o Dólar Australiano estava um pouquinho mais em conta. Comprei um curso para estudar inglês intensivo, ou seja, aulas todos os dias. Escolhi a cidade de Adelaide no Sul da Austrália por ser uma cidade calma, pequena e com o custo de vida baixo.

Segue um resumo dos gastos feitos com uma agência (valores em reais na época):

  • Escola, casa de família por um mês, seguro saúde obrigatório e visto: R$ 22.287,02.
  • Passagem aérea (ida e volta): R$ 5.893,74.
  • Exame médico: R$ 187,21.
  • Traduções juramentadas e documentações: R$ 799,00.

É claro que é sempre bom chegar ao país com alguma graninha né. Pelo menos uns 4 mil dólares australianos para não passar aperto até encontrar um trabalho.

 

intercambio-australia-woman-trip

 

///// HOSPEDAGEM /////////////////////////////////////////////////

Eu morei o primeiro mês em uma casa de família. Escolhi essa opção por ser uma das mais baratas pela agência, por poder conviver com uma família Australiana e por me trazer mais segurança para um primeiro mês em um novo país. Eu dei muita sorte com a minha família, eles eram uns amores, me tratavam super bem, a comida era uma delícia e eles me deixavam a vontade. A dificuldade aqui foi: por mais que eles fizessem de tudo para eu me sentir a vontade, aquela não era a minha real casa e eu fazia de tudo para não incomodá-los.

Depois do primeiro mês, por gostar muito da minha independência, decidi então procurar por uma casa de quartos compartilhados para morar. Os valores eram bem mais em conta e eu me sentiria mais livre com relação aos meus horários de chegar e sair de casa.

Para vocês terem uma ideia, um quarto em casa de família com jantar incluso não sai menos do que 250 dólares australianos semanais. Em uma casa compartilhada com um quarto privado eu passei a pagar 150 dólares mensais. Existem ainda opções de quartos compartilhados que você chega a pagar de 90 a 140 dólares dependendo da localização.

Os valores de hospedagem vão variar de acordo com a localização, se a casa é próxima ou não dos centros comerciais e de acordo com a cidade. Os valores de um quarto privado em Sidney, por exemplo, são em torno de 350 a 500 dólares semanais.

intercambio-australia-woman-trip

Onde encontrar casas e/ou quartos compartilhados para alugar?

A melhor maneira de encontrar essas vagas é conversando com amigos na sua própria escola. Viver um mês em casa de família é uma boa estratégia, pois depois disso você já tem uma ideia melhor sobre os bairros, valores e indicações.

Além disso, alguns sites como Gumtree.com.au e RealEstate.com.au também podem te ajudar e encontrar algumas casas e/ou quartos disponíveis.

 

///// MEIOS DE TRANSPORTE /////////////////////////////////////////

A organização, limpeza e pontualidade do transporte público realmente impressionam. Existem tabelas com horários definidos para cada uma das linhas de ônibus, trem e metrô.

O valor das passagens é meio salgado. Se você não é estudante, gira em torno de 2,50 a 4,50 dólares. Se você é estudante, por 60 dólares você tem acesso ilimitado a todos meios de transporte por 28 dias. Lembrando que essa é uma realidade da cidade de Adelaide no Sul da Austrália. Em algumas outras cidades que eu morei, como Melbourne e Brisbane, estudantes internacionais de inglês não se encaixam na categoria de descontos, sendo assim, pagamos o valor normal.

intercambio-australia-woman-trip

 

///// SEGURANÇA /////////////////////////////////////////////////

Adelaide é uma cidade relativamente calma comparada às grandes metrópoles como Sidney e Melbourne. Eu sempre me senti segura caminhando sozinha pelas ruas da Austrália.

É claro que violência e pessoas com más intenções existem em todos os lugares do mundo. Se você der uma conferida nos jornais ou até mesmo nos grupos de brasileiros que moram aqui na Austrália, você vai ver que de vez em quando alguém tem uma bicicleta roubada ou alguma casa assaltada, como em todos os lugares ao redor do mundo. A diferença aqui é a frequência com que isso acontece e a forma com que o acontecimento é encarado. No Brasil nós aprendemos, infelizmente, a aceitar a violência e a minimizá-la.

Eu estava morando em Melbourne quando um doido saiu atropelando pessoas no centro da cidade. Algumas pessoas morreram na ocasião e a cidade PAROU por 7 dias, você andava nas ruas e o clima era de luto geral, além de ser o assunto mais comentado em todos os meios de comunicação em massa. No Brasil, seria mais um caso “comum” de violência. Aqui eu posso andar nas ruas sem aquela preocupação de assédio por parte dos homens. Me sinto muito mais segura  e respeitada.

 

>>> Resultado de todas essas características australianas citadas acima <<<

Renovei o meu visto e estou morando na Austrália faz mais de um ano. Depois dos meus 6 meses em Adelaide acabei morando em Melbourne e atualmente moro em Brisbane. Quis viver um pouquinho do dia a dia de mais de uma cidade para poder compará-las e ter mais referências para os meus leitores.

 

>>> Fotos de alguns lugares em que estive durante o meu intercâmbio de 6 meses em South Austrália <<<

 
intercambio-australia-woman-trip-Hallett-Cove-Conservation-Park
Hallett Cove Conservation Park
 
 
intercambio-australia-woman-trip-Blue-Lake-Mount-Cambier
Blue Lake – Mount Cambier
 
 
intercambio-australia-woman-trip-Robe-Obelisk-Robe
Robe Obelisk - Robe
 
 
intercambio-australia-woman-trip-Hahndorf
Hahndorf
 
 
intercambio-australia-woman-trip-Barossa-Valley
Barossa Valley
 
 
>>> Alguns links interessantes para você <<<
 
  • Razões para fazer um intercâmbio (http://embuscadodesconhecido.com.br/razoes-para-fazer-um-intercambio/)
     
  • Por que eu escolhi a Austrália para fazer meu Intercâmbio (http://embuscadodesconhecido.com.br/por-que-eu-escolhi-a-australia-para-fazer-meu-intercambio/)
     
  • Quanto custa um intercâmbio na Austrália (http://embuscadodesconhecido.com.br/quanto-custa-um-intercambio-na-australia/)
     
  • Será que a Austrália é realmente um país caro para se viver? (http://embuscadodesconhecido.com.br/sera-que-a-australia-e-realmente-um-pais-caro-para-se-viver/)
 
Se rolou alguma dúvida, ou você está precisando de mais alguma informação específica, me mande um e-mail: contato@embuscadodesconhecido.com.br

 

 

JÉSSICA ALVES

 

Viajante, sonhadora, 26 anos, formada em Sistemas de InformaçãoA descoberta da paixão pelas viagens surgiu um pouco mais de 5 anos e, desde então, a vida se transformou. Os objetivos mudaram, a maneira de se relacionar com as pessoas mudou e a visão sobre a vida se transformou

Morando na Austrália desde Abril de 2016.